Archive for the EDUCAÇÃO Category

A santa virou demônio

Posted in CULTURA, DINHEIRO, EDUCAÇÃO, Luiz Inácio Lula da Silva, LULA, POLITICA on 4 de Setembro de 2009 by os.maias



Da Redação – 04/09/2009

BOSTON – Existem algumas semelhanças nas biografias do presidente Lula e da senadora Marina Silva.

Ambos nasceram muito pobres. Ele no agreste pernambucano e, ainda garoto, viajou com a mãe e os irmãos para São Paulo, em um “pau de arara”, como gosta de enfatizar, dramatizando os fatos.

A senadora, com cara de santa, até parecida com as imagens de Nossa Senhora, nasceu tão ou mais pobre do que ele. Veio ao mundo no meio da floresta Amazônica, em um seringal distante e inóspito, onde viveu até pouco depois dos 15 anos. Órfã de mãe, muito cedo, como filha mais velha, ajudou a cuidar dos oito irmãos mais novos, enquanto trabalhava auxiliando o pai no seringal e na roça. Uma hepatite grave, confundida com uma malária, foi o que a retirou do meio da floresta, quando foi fazer tratamento em Rio Branco, onde viveu em um convento e quase se tornou freira. Além daquela enfermidade, carrega as marcas e os resquícios de uma lista de outras doenças que a acometeram: cinco malárias, três hepatites e uma leishmaniose. É uma sobrevivente. O seu físico, sua aparência é a prova cabal disso.

O garoto Lula também “comeu o pão que o diabo amassou”, para sobreviver na sua selva que era e é a área metropolitana de São Paulo. Vendeu balas nas ruas, foi engraxate, teve outros diversos trabalhos e pequenos empregos, antes da idade adulta.

O jovem Lula se alfabetizou em um grupo escolar, ainda garoto.

A jovem Marina se alfabetizou depois dos 15 anos, enquanto convalescia de uma outra hepatite, em Rio Branco, através do antigo programa de alfabetização conhecido como Mobral.

A partir daí surgem as diferenças nas biografias.

A então ainda jovem Marina, já casada e mãe de um filho, resolveu prosseguir com os estudos, enfrentando exames supletivos, até cursar a universidade e se tornar professora.

O operário Lula apenas se qualificou profissionalmente, como torneiro mecânico, através de curso no SENAI.

A condição de semialfabetizado que o presidente Lula tanto faz questão de enfatizar não é uma decorrência das dificuldades que a vida lhe ofereceu e teve de enfrentar a ferro e fogo. Transformando-se em líder sindical, aposentado no emprego e durante todos os anos anteriores à sua investidura na presidência a República – mais de trinta anos – poderia ter estudado. Para tanto tinha condições e tempo disponível. Não o fez porque não quis. Por pura preguiça, ou, já imaginando, quando se iniciou na política, usar como engodo para o destacar dos demais mortais, duas dificuldades que teria superado até chegar à presidência: não estudou além do curso primário e é um ex-operário.

Isto lhe rende dividendos políticos e amealha simpatia, no Brasil e no exterior. O baixo nível de alfabetização é frequentemente usado pelo presidente nas comparações que tem mania de fazer entre ele e os seus antecessores.

O presidente Lula tem mandato ainda até final de 2010, pretende eleger sucessora a candidata que entronizou e, dizem os entendidos, tem planos de voltar à presidência em 2014.

A senadora Marina militou durante mais de trinta anos no Partido dos Trabalhadores. Ou seja, desde logo após a fundação, enquanto o presidente Lula foi um dos idealizadores e fundadores.

Até o início do segundo mandato do presidente Lula, petistas, lulistas e governistas de modo geral viam a senadora Marina como o padrão da perfeição. Sua imagem angelical era destacada como um ícone, símbolo da pureza.

No entanto, não se submeteu às investidas da toda poderosa Chefe da Casa Civil e candidata proclamada, contrariando-a em suas pretensões eleitoreiras, a pretexto de impulsionar o PAC. Mantendo suas convicções, foi defenestrada do Ministério do Meio Ambiente.

Começou, então, entre petistas, lulistas e governistas, a tentativa de deslustrar a figura padrão de perfeição política e ética, até então cultivada. Mas, ainda era tolerada.

Agora, tendo se desligado do PT e ingressando em outro partido, transformou-se, aos olhos daqueles que a veneravam, em verdadeiro diabo.

A figura do demônio se sobrepõe à imagem antes santificada, a partir de quando se cogita do lançamento da candidatura da Senadora Marina à presidência da República.

O enfrentamento é tido pelos lulo-petistas como uma heresia, uma blasfêmia, um pecado capital.

Dos cochichos recentes, agora a diretriz é deslustrar a figura, como já vem sendo feito nos setores mais influentes do PT e do governo.

Há, no entanto, um erro de avaliação. A investida contra a senadora Marina assemelha-se ao uso do canhão para enfrentar uma formiga.

Sim, a imaginária candidatura à presidência não passa de uma utopia. O Partido Verde e todos aqueles de boa fé, decepcionados com as bandalheiras do governo e do setor político, que já se proclamam eleitores da Senadora Marina, não terão, em nenhuma hipótese, o poder de enfrentar e vencer o rolo compressor, a máquina já lubrificada que levará a candidata do presidente Lula à vitória nas eleições de 2010.

Aliás, em recente entrevista, a senadora Marina destacou que o principal alvo de sua eventual candidatura são os jovens. Pretende fazê-los “reencontrar a utopia”, imaginando que pode “mobilizá-los em favor do Brasil”.

É uma quimera inexeqüível. Mas ela pode tirar votos da toda poderosa candidata oficial. Isso pode! E não é por outro motivo que resolveram demonizá-la.

Todo o conteúdo desse blog é originalmente do Blog do Planalto e está licenciado sob a CC-by-sa-2.5:
CLONE BLOG DO PLANALTO

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

disque saúde 0800 61 1997
Ministério da Saúde – Esplanada dos Ministérios – Bloco G – Brasilia / DF
CEP: 70058-900

Nove instituições de ensino superior podem ser descredenciadas pelo MEC

Posted in EDUCAÇÃO, NOTICIAS on 1 de Setembro de 2009 by os.maias

31/0818:03Agência Brasil

Agencia Brasil Logo

montaFerramentasMateria(‘Top’) ;

div.coluna_principal ul.opcoes li{display: inline !important;}

BRASÍLIA – Nove instituições de ensino superior que em 2007 obtiveram nota 2 no Índice Geral de Cursos da Instituição (IGC) estão na “malha fina” do Ministério da Educação (MEC). As comissões de avaliação que visitam as universidades após o baixo desempenho do IGC confirmaram as más condições de oferta do ensino. No índice divulgado esta segunda-feira, essas instituições também obtiveram o conceito 2, considerado insatisfatório. Uma delas já foi descredenciada.

O IGC atribui notas às faculdades e universidades que são divididas em faixas de 1 a 5, levando em consideração a nota dos alunos no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e outros fatores como o corpo docente e a infraestrutura. Após essa etapa, uma equipe faz uma avaliação in loco para confirmar ou não a nota do IGC.

No grupo das nove instituições, a Faculdade Cidade de João Pinheiro (MG) já foi descredenciada. Segundo a secretária de Ensino Superior do MEC, Maria Paula Bucci, havia “tantas irregularidades” na oferta do ensino que não foi possível firmar um termo de sanamento que pudesse resolver a situação.

As outras instituições entraram com recurso na Comissão Técnica de Acompanhamento e Avaliação (CTAA) do MEC para revisão da nota obtida após a avaliação presencial. Se o IGC for confirmado pela comissão técnica, essas universidades ficam impedidas de abrir novos cursos ou ampliar as vagas nos já existentes. Também será exigido que essas instituições assinem termos de saneamento com o ministério para melhorar a qualidade do ensino oferecido.

Agência Brasil
O ministro da Educação, Fernando Haddad, durante divulgação dos dados do Índice Geral de Cursos (IGC)
O ministro da Educação, Fernando Haddad, durante divulgação dos dados do Índice Geral de Cursos (IGC)

As oito instituições que estão nessa situação são o Centro de Ensino Superior de Valença (RJ), a Escola Superior de Agronomia de Paraguaçu Paulista (SP), a Faculdade de Educação Física de Foz do Iguaçu (PR), a Escola Superior de Educação Física de Alta Paulista (SP), a Faculdades Integradas da Terra de Brasília (DF), a Faculdades Integradas Espírita (PR), o Instituto de Ensino Superior Materdei (AM) e a Universidade Ibirapuera (SP).

Para a secretária de Ensino Superior, “a legislação busca induzir melhorias”. Entre as medidas que a instituição pode sugerir está a contratação de mais professores mestres e doutores, reforma do projeto pedagófico, além da melhoria da infraestrutura dos campi. Se no prazo de um ano as medidas não forem aplicadas, a universidade pode ser descredenciada.

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

Lula já tem a coluna publicada em 145 jornais ( http://www.youtube.com/watch?v=lX6pa1nCeFQ&feature=related )

Posted in CULTURA, EDUCAÇÃO, Luiz Inácio Lula da Silva, NOTICIAS, POLITICA, PORTUGAL on 27 de Agosto de 2009 by os.maias


| 6:03

O colunista Lula segue sua carreira de sucesso: sua coluna semanal, O Presidente Responde, que sai nos jornais amigos, continua em expansão, apesar da falta de repercussão absoluta.

No começo, em junho, 94 jornais a publicavam. Passou para 115, duas semanas depois. No mês passado, chegou aos 132 jornais – jornais amigos, nunca é demais repetir. Ontem, alcançou 145 jornais.

Para quem dizia que costuma ter azia com a leitura dos jornais é um feito e tanto.

Por Lauro Jardim

Fale com o Presidente

Aqui, você pode encaminhar seus comentários, elogios, sugestões, dúvidas, denúncias e reclamações ao Presidente da República. Para isso, clique no link abaixo.

» Escreva sua mensagem

Fale com a Primeira-Dama

Aqui, você pode encaminhar seus comentários, elogios, sugestões, dúvidas, denúncias e reclamações à Primeira-Dama da Presidência da República. Para isso, clique no link abaixo.

» Escreva sua mensagem


Univesp é inaugurada em São Paulo

Posted in CULTURA, EDUCAÇÃO, NOTICIAS, TECNOLOGIA on 26 de Agosto de 2009 by os.maias

26 de agosto de 2009 • 17h20 • atualizado às 17h20

O governador de São Paulo, José Serra, inaugurou nesta quarta-feira, no espaço Univesp em São Paulo, SP, os primeiros cursos a distância da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo). O primeiro curso lançado é o de Pedagogia, cujo vestibular acontecerá no segundo semestre de 2009 e as aulas da primeira turma terão início em março de 2010. Este curso atenderá 5 mil alunos.

“Estamos lançando hoje a Univesp, Universidade Virtual do Estado de São Paulo, que vai formar profissionais em Ensino Superior de boa qualidade. Vão ser cursos muito bem estrururados, com monitoramento, uma perte desses cursos serão presenciais e dados pelas melhores universidades que nós temos”, disse Serra.

Os cursos da Univesp serão desenvolvidos com as três universidades públicas estaduais de São paulo – USP (Universidade de São Paulo), Unicamp (Universidade de Campinas), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza.

Outra iniciativa que acontece paralelamente aos cursos da Univesp é a implementação de cursos de idiomas, com inglês e espanhol. Esses cursos estão destinados aos alunos de escolas técnicas e das faculdades de tecnologia do governo de SP. Ao total serão 9,5 mil vagas; 2,5 mil de espanhol e 7 mil em inglês.

“O conhecimneto de idiomas como esses é um verdadeiro instrumento de trabalho, de inserção no mercado de trabalho, afirmou o governador.

Todos os cursos passarão na integra pela TV digital e estarão disponíveis pela internet.

Redação Terra

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

Faxineira pediu que farmácia entregasse uma caixa de Gardenal. Medicamento foi trocado e a mãe, analfabeta, deu dose errada para filha.

Posted in CRIME, DIREITOS, EDUCAÇÃO, NOTICIAS, SAÚDE on 26 de Agosto de 2009 by os.maias

26/08/09 – 11h38 – Atualizado em 26/08/09 – 11h42

Justiça de MG condena farmácia a pagar R$ 12 mil por troca de remédio

Do G1, em São Paulo


O Tribunal de Justiça (TJ) de Minas Gerais condenou uma farmácia a pagar indenização de R$ 12 mil, por danos morais, após ter trocado um medicamento que a mãe de uma menina de 8 anos encomendou pelo sistema de entrega do estabalecimento, em Varginha (MG). A decisão foi tomada nesta terça-feira (25) e cabe recurso.

Segundo o TJ, a menina faz tratamento neurológico e toma o medicamento Gardenal pediátrico. A mãe da criança, que trabalha como faxineira, entrou com o processo em março de 2005.

No processo, a mãe informou que solicitou por telefone o medicamento, como fazia habitualmente. O motoboy foi até a casa dela e retirou a receita médica e, depois, trouxe uma caixa de Rivotril.

O TJ informou que a mãe, analfabeta, ministrou uma dose do remédio errado para a filha assim que recebeu a encomenda. A menina começou a passar mal, queixando-se de náusea e sonolência.

A faxineira costumava administrar 65 gotas de Gardenal para a filha e deu a mesma quantidade de Rivotril, remédio cuja bula prescreve apenas duas gotas para adultos. Segundo informações do processo, houve superdosagem. De acordo com a bula do Rivotril, a dose excessiva pode provocar parada cardiorrespiratória e coma.

A menina foi levada para o Pronto Socorro, onde passou por uma lavagem estomacal e tratamento para desintoxicação.

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

Algumas escolas de Recife não se previnem contra a gripe

Posted in EDUCAÇÃO, GRIPE SUINA gripe A (H1N1) FLU, NOTICIAS, SAÚDE on 14 de Agosto de 2009 by os.maias

13/08/2009 – 15h59

Nova gripeA sua escola está se protegendo contra a nova gripe? Os alunos têm sabonete à disposição para lavar as mãos e já receberam informações sobre as formas de evitar o contágio da doença? Tomara que sim. Pena que as devidas precauções não são seguidas em todo o País.

Os 800 alunos de uma escola municipal na Zona Norte de Recife, por exemplo, estão sofrendo com as péssimas condições de higiene por lá. Os alunos foram orientados a trazer de casa a própria garrafinha de água – para não usarem o bebedouro público. Só que a iniciativa não resolve, porque as condições de higiene da escola estão longe do ideal. Nos lavatórios, não há sabonete. Álcool não existe. Aliás, nos banheiros, não tem nem papel higiênico.

Em outra escola pública de Recife, desta vez estadual, os alunos compartilham copos na hora de beber água. São apenas 300 copos para dividir por mil e 400 alunos. As crianças também não receberam nenhuma aula ou orientação sobre a gripe.

Com informações do G1.

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

Recesso da gripe suína faz escola oferecer aula virtual

Posted in EDUCAÇÃO, GRIPE SUINA gripe A (H1N1) FLU, NOTICIAS, TECNOLOGIA on 5 de Agosto de 2009 by os.maias

Aulas só voltam em 17 de agosto, mas quem vai prestar vestibular tem ajuda da videoaula

Hélia Araujo

Foto: Weber Sian / A CidadeQUARENTENA  Henrique Canhete, do Albert Sabin, assiste a videoaulaQUARENTENA Henrique Canhete, do Albert Sabin, assiste a videoaula

Com o adiamento da volta às aulas por causa da gripe suína, escolas particulares de Ribeirão estão usando a internet para passar exercícios e até oferecer videoaulas aos alunos do Ensino Médio.

Diretores das instituições afirmam que a medida foi adotada principalmente para não prejudicar os alunos que vão prestar vestibular, no final do ano, e o Enem, em outubro. Mesmo com o reforço virtual, as aulas presenciais que deixaram de ser oferecidas no período serão repostas até o final do ano letivo.

Segundo Lafayette Tourinho, diretor do colégio Liceu Albert Sabin, os alunos das 1ª e 2ª séries do Ensino Médio receberam um DVD com sugestões de obras literárias e temas de redações que devem ser apresentadas quando as aulas voltarem, em 17 de agosto.

O estudante Henrique Lagamba Canhete, de 17 anos, vai prestar vestibular para medicina e acredita que duas semanas sem estudar poderiam prejudicar seu rendimento na prova.
“Estou achando ótimo ter essas aulas pela internet, assim não deixo de estudar. Se fosse esperar pelas aulas de reposição, poderia não dar tempo para estudar todo o conteúdo que é aplicado no vestibular”.

Leia reportagem completa na edição impressa do A Cidade