Archive for the CULTURA Category

A santa virou demônio

Posted in CULTURA, DINHEIRO, EDUCAÇÃO, Luiz Inácio Lula da Silva, LULA, POLITICA on 4 de Setembro de 2009 by os.maias



Da Redação – 04/09/2009

BOSTON – Existem algumas semelhanças nas biografias do presidente Lula e da senadora Marina Silva.

Ambos nasceram muito pobres. Ele no agreste pernambucano e, ainda garoto, viajou com a mãe e os irmãos para São Paulo, em um “pau de arara”, como gosta de enfatizar, dramatizando os fatos.

A senadora, com cara de santa, até parecida com as imagens de Nossa Senhora, nasceu tão ou mais pobre do que ele. Veio ao mundo no meio da floresta Amazônica, em um seringal distante e inóspito, onde viveu até pouco depois dos 15 anos. Órfã de mãe, muito cedo, como filha mais velha, ajudou a cuidar dos oito irmãos mais novos, enquanto trabalhava auxiliando o pai no seringal e na roça. Uma hepatite grave, confundida com uma malária, foi o que a retirou do meio da floresta, quando foi fazer tratamento em Rio Branco, onde viveu em um convento e quase se tornou freira. Além daquela enfermidade, carrega as marcas e os resquícios de uma lista de outras doenças que a acometeram: cinco malárias, três hepatites e uma leishmaniose. É uma sobrevivente. O seu físico, sua aparência é a prova cabal disso.

O garoto Lula também “comeu o pão que o diabo amassou”, para sobreviver na sua selva que era e é a área metropolitana de São Paulo. Vendeu balas nas ruas, foi engraxate, teve outros diversos trabalhos e pequenos empregos, antes da idade adulta.

O jovem Lula se alfabetizou em um grupo escolar, ainda garoto.

A jovem Marina se alfabetizou depois dos 15 anos, enquanto convalescia de uma outra hepatite, em Rio Branco, através do antigo programa de alfabetização conhecido como Mobral.

A partir daí surgem as diferenças nas biografias.

A então ainda jovem Marina, já casada e mãe de um filho, resolveu prosseguir com os estudos, enfrentando exames supletivos, até cursar a universidade e se tornar professora.

O operário Lula apenas se qualificou profissionalmente, como torneiro mecânico, através de curso no SENAI.

A condição de semialfabetizado que o presidente Lula tanto faz questão de enfatizar não é uma decorrência das dificuldades que a vida lhe ofereceu e teve de enfrentar a ferro e fogo. Transformando-se em líder sindical, aposentado no emprego e durante todos os anos anteriores à sua investidura na presidência a República – mais de trinta anos – poderia ter estudado. Para tanto tinha condições e tempo disponível. Não o fez porque não quis. Por pura preguiça, ou, já imaginando, quando se iniciou na política, usar como engodo para o destacar dos demais mortais, duas dificuldades que teria superado até chegar à presidência: não estudou além do curso primário e é um ex-operário.

Isto lhe rende dividendos políticos e amealha simpatia, no Brasil e no exterior. O baixo nível de alfabetização é frequentemente usado pelo presidente nas comparações que tem mania de fazer entre ele e os seus antecessores.

O presidente Lula tem mandato ainda até final de 2010, pretende eleger sucessora a candidata que entronizou e, dizem os entendidos, tem planos de voltar à presidência em 2014.

A senadora Marina militou durante mais de trinta anos no Partido dos Trabalhadores. Ou seja, desde logo após a fundação, enquanto o presidente Lula foi um dos idealizadores e fundadores.

Até o início do segundo mandato do presidente Lula, petistas, lulistas e governistas de modo geral viam a senadora Marina como o padrão da perfeição. Sua imagem angelical era destacada como um ícone, símbolo da pureza.

No entanto, não se submeteu às investidas da toda poderosa Chefe da Casa Civil e candidata proclamada, contrariando-a em suas pretensões eleitoreiras, a pretexto de impulsionar o PAC. Mantendo suas convicções, foi defenestrada do Ministério do Meio Ambiente.

Começou, então, entre petistas, lulistas e governistas, a tentativa de deslustrar a figura padrão de perfeição política e ética, até então cultivada. Mas, ainda era tolerada.

Agora, tendo se desligado do PT e ingressando em outro partido, transformou-se, aos olhos daqueles que a veneravam, em verdadeiro diabo.

A figura do demônio se sobrepõe à imagem antes santificada, a partir de quando se cogita do lançamento da candidatura da Senadora Marina à presidência da República.

O enfrentamento é tido pelos lulo-petistas como uma heresia, uma blasfêmia, um pecado capital.

Dos cochichos recentes, agora a diretriz é deslustrar a figura, como já vem sendo feito nos setores mais influentes do PT e do governo.

Há, no entanto, um erro de avaliação. A investida contra a senadora Marina assemelha-se ao uso do canhão para enfrentar uma formiga.

Sim, a imaginária candidatura à presidência não passa de uma utopia. O Partido Verde e todos aqueles de boa fé, decepcionados com as bandalheiras do governo e do setor político, que já se proclamam eleitores da Senadora Marina, não terão, em nenhuma hipótese, o poder de enfrentar e vencer o rolo compressor, a máquina já lubrificada que levará a candidata do presidente Lula à vitória nas eleições de 2010.

Aliás, em recente entrevista, a senadora Marina destacou que o principal alvo de sua eventual candidatura são os jovens. Pretende fazê-los “reencontrar a utopia”, imaginando que pode “mobilizá-los em favor do Brasil”.

É uma quimera inexeqüível. Mas ela pode tirar votos da toda poderosa candidata oficial. Isso pode! E não é por outro motivo que resolveram demonizá-la.

Todo o conteúdo desse blog é originalmente do Blog do Planalto e está licenciado sob a CC-by-sa-2.5:
CLONE BLOG DO PLANALTO

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

disque saúde 0800 61 1997
Ministério da Saúde – Esplanada dos Ministérios – Bloco G – Brasilia / DF
CEP: 70058-900

Lula já tem a coluna publicada em 145 jornais ( http://www.youtube.com/watch?v=lX6pa1nCeFQ&feature=related )

Posted in CULTURA, EDUCAÇÃO, Luiz Inácio Lula da Silva, NOTICIAS, POLITICA, PORTUGAL on 27 de Agosto de 2009 by os.maias


| 6:03

O colunista Lula segue sua carreira de sucesso: sua coluna semanal, O Presidente Responde, que sai nos jornais amigos, continua em expansão, apesar da falta de repercussão absoluta.

No começo, em junho, 94 jornais a publicavam. Passou para 115, duas semanas depois. No mês passado, chegou aos 132 jornais – jornais amigos, nunca é demais repetir. Ontem, alcançou 145 jornais.

Para quem dizia que costuma ter azia com a leitura dos jornais é um feito e tanto.

Por Lauro Jardim

Fale com o Presidente

Aqui, você pode encaminhar seus comentários, elogios, sugestões, dúvidas, denúncias e reclamações ao Presidente da República. Para isso, clique no link abaixo.

» Escreva sua mensagem

Fale com a Primeira-Dama

Aqui, você pode encaminhar seus comentários, elogios, sugestões, dúvidas, denúncias e reclamações à Primeira-Dama da Presidência da República. Para isso, clique no link abaixo.

» Escreva sua mensagem


Univesp é inaugurada em São Paulo

Posted in CULTURA, EDUCAÇÃO, NOTICIAS, TECNOLOGIA on 26 de Agosto de 2009 by os.maias

26 de agosto de 2009 • 17h20 • atualizado às 17h20

O governador de São Paulo, José Serra, inaugurou nesta quarta-feira, no espaço Univesp em São Paulo, SP, os primeiros cursos a distância da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo). O primeiro curso lançado é o de Pedagogia, cujo vestibular acontecerá no segundo semestre de 2009 e as aulas da primeira turma terão início em março de 2010. Este curso atenderá 5 mil alunos.

“Estamos lançando hoje a Univesp, Universidade Virtual do Estado de São Paulo, que vai formar profissionais em Ensino Superior de boa qualidade. Vão ser cursos muito bem estrururados, com monitoramento, uma perte desses cursos serão presenciais e dados pelas melhores universidades que nós temos”, disse Serra.

Os cursos da Univesp serão desenvolvidos com as três universidades públicas estaduais de São paulo – USP (Universidade de São Paulo), Unicamp (Universidade de Campinas), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza.

Outra iniciativa que acontece paralelamente aos cursos da Univesp é a implementação de cursos de idiomas, com inglês e espanhol. Esses cursos estão destinados aos alunos de escolas técnicas e das faculdades de tecnologia do governo de SP. Ao total serão 9,5 mil vagas; 2,5 mil de espanhol e 7 mil em inglês.

“O conhecimneto de idiomas como esses é um verdadeiro instrumento de trabalho, de inserção no mercado de trabalho, afirmou o governador.

Todos os cursos passarão na integra pela TV digital e estarão disponíveis pela internet.

Redação Terra

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

LibriVox: free audiobooks

Posted in AUDIO, BOOK, CULTURA, PODCAST, TECNOLOGIA on 20 de Agosto de 2009 by os.maias
Listen

LibriVox provides free audiobooks from the public domain. There are several options for listening. The first step is to get the mp3 or ogg files into your own computer:

LibriVox Catalog

LibriVox Podcast Feed

<!–

Random Chapter

–>

Read

Would you like to record chapters of books in the public domain? It’s easy to volunteer. All you need is a computer, some free recording software, and your own voice.

Volunteer

LibriVox Forums

Librivox plans to read all the books in the public domain

RSS

Latest News

SXSW Panel: When Every Book Is Connected
Posted 4 hours ago
My colleague, co-founder, and the chief architect and getter-doner at Book Oven, Stephanie Troeth has proposed a moderated panel at SXSW this year called: Beyond … [Link]

BookList’s Audiobooker on LibriVox
Posted 7 days ago
There is an interview up over at BookList’s Audiobooker Blog, with Mary Burkey: The home of 2,557 audiobooks in 26 languages – all FREE. Hugh … [Link]

LibriVox’s Fourth Anniversary (and Community Podcast #106)
Posted 9 days ago
It’s our Fourth Anniversary! LibriVox started with an optimistic blog post on 10th August, 2005 … and then grew and grew and …We now have … [Link]

LibriVox’s Fourth Anniversary (and Community Podcast #106)
Posted 9 days ago
It’s our Fourth Anniversary! LibriVox started with an optimistic blog post on 10th August, 2005 … and then grew and grew and …We now have … [Link]

LibriVox’s Fourth Anniversary (and Community Podcast #106)
Posted 9 days ago
It’s our Fourth Anniversary! LibriVox started with an optimistic blog post on 10th August, 2005 … and then grew and grew and …We now have … [Link]

RSS feed for latest news

spanish flag icon Páginas traducidas al Español

Estamos en proceso de traducir partes importantes de nuestro sitio web a varios idiomas. Por favor comprendan que es muy difícil y trabajoso mantener las páginas traducidas al mismo nivel de actualización que la versión original en inglés. Adicionalmente, es inevitable que la mayoría de los enlaces provenientes de las páginas traducidas conduzcan a páginas en inglés.

日本語版解説ページ

当サイトの主要部分の多言語翻訳は、まだ進行中です。翻訳ページを原文そのままの最新状況に保つのは難しいことを理解ください。また、翻訳ページに記載されたリンクが主に英語版のページにつながってしまうこともご容赦ください。

聴く

LibriVoxは、パブリックドメインの作品群のオーディオブックを配信しています。オーディオブックの聴き方はいくつかあります。まずmp3やoggファイルをダウンロードしましょう

カタログ

Podcast

朗読する

パブリックドメインの作品を録音してみませんか?ボランティアは簡単です。必要なのはパソコンとフリーの録音ソフト、それにあなたの声だけです。

ボランティアに参加する

フォーラムに参加する

Librivoxのボランティアは、パブリックドメインの作品を録音してインターネット上に音声ファイルを公開しています。すべてのパブリックドメイン作品を収録することがLibrivoxの目標です。

LibiVox の無料オーディオブック
Librivoxのボランティアは、パブリックドメインの作品を録音してインターネット上に無料で’音声ファイルを公開しています。すべてのパブリックドメイン作品を収録することがLibrivoxの目標です。

  • 詳細情報
  • FAQ
  • 連絡先
  • LibriVox リンク

  • カタログ
  • 聴く方法
  • ボランティアの方法
  • LibriVoxフォーラム
  • LibriVox Wiki
  • LibriVox feeds

  • LibriVox Books Podcast
  • LibriVox Community Podcast
  • New Releases Podcast
  • New Releases Feed
  • Latest News Feed
  • 外部リンク

  • その他のプロジェクト
  • LibrivoxはProject Gutenberg
    のご厚意によりホスティングされています。 また、WordPress
    Entries (RSS)およびComments (RSS)によって運営されています。

    brazil flag icon O Domínio Público e LibriVox

    Os diretos autorais dão a um indivíduo ou empresa os direitos exclusivos sobre um texto por um tempo determinado. Isto implica que ninguém o pode reproduzir ou utilizar em outros trabalhos (tais como gravações de áudio) enquanto o direito do autor estiver vigente. Eventualmente, todavia, o direito autoral caduca e o texto se torna livre, entrando para o domínio público. Isto significa que qualquer um poderá fazer o que quiser com ele.

    O LibriVox seleciona textos que já estejam no domínio público, reúne voluntários para fazer as gravações do texto e libera para o domínio público o resultado.Se você se voluntariar para gravar para o LibriVox, deve aceitar que os arquivos de áudio sejam liberados para o domínio público.

    Ademais, resenhas, capas de CD e qualquer outro material que entrar em nosso catálogo com as gravações de audio estão no domínio público.

    Implicando que qualquer um pode fazer o que quiser com o material.

    O que siginifica exatamente “o que quer que eles queiram”? Alguém pode usar a sua gravação para obter lucro; podem remixá-la em outros projetos. Não é necessário dar crédito nem ao leitor nem ao LibriVox. Qualquer um pode fazer todo tipo de coisa sem necessitar do consentimento do autor. Por exemplo, pode acontecer de:

    • Os CDs dos Sermões do Padre Antônio Vieira serem vendidos para levantar fundos para uma instituição de caridade da qual você não gosta;
    • A Origem das Espécies ser usado como cenário de um filme erótico;
    • Os Lusíadas serem mixados numa música RAP violenta;
    • A sua resenha de Frenkenstein ser usada para promover um filme milionário;
    • A sua gravação ser editada para fazer parecer que você está exigindo um resgate.

    Embora estes exemplos sejam imaginativos, todos são usos aceitáves de obras de domínio público. Portanto, esteja ciente de suas ações quando conceder as suas gravações ao domínio público. Você efetivamente abandona a obra!

    O librivox se utiliza do maravilhoso Projeto Gutenberg como fonte de textos eletrônicos dos quais fazemos as gravações.

    As leis de direito autoral são um assunto complexo e importante. Encorajamos a todos a lerem mais sobre elas. Eis algumas referências:

    Swine Flu Info
    Gripe A H1N1

    Fale com o Ministério

    Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

    ‘Sem apoio não se abre o pano’

    Posted in Caminho das Índias, CULTURA, FÁBIO ASSUNÇÃO, OS MAIAS, TONY RAMOS on 11 de Agosto de 2009 by os.maias

    10.08.09

    por diretodafonte

    Prestes a lançar Tempos de Paz, Tony Ramos analisa a produção cultural do País e avisa: quer ser executivo de TV

    Ninguém passa batido por ele. Conhecido por sua discrição, Tony Ramos comemora 45 anos de carreira como um homem bem resolvido: “Sou um artista popular.” O que se comprova em sua quadragésima novela, Caminho das Índias, onde conquista a simpatia geral na pele de Opash Ananda. E não lhe faltam palavras para explicar tantos tiros certeiros: “Entendo e gosto desse negócio de televisão.” A ponto de já pensar em mudar de ares no futuro: “Penso em me tornar um executivo de TV.”

    Prestes a lançar Tempos de Paz, filme que estreia sexta-feira, onde interpreta um policial torturador da Era Vargas, avalia: “Este é um filme de boca-a-boca, diferente dos dois Se eu fosse você – referência aos fenômenos de bilheteria em que trabalhou com Daniel Filho, mesmo diretor de Tempos de Paz.

    Em sua fala acalorada, o ator dividiu com a coluna opiniões e avaliações sobre a cultura brasileira e a polêmica discussão sobre a reforma da Lei Rouanet. Sem medo das críticas, resumiu: “Sem apoio, não se abre o pano.” A seguir, trechos da entrevista.

    Como foi a filmagem de ‘Tempos de Paz’? Foi baseada na sabedoria do bom diretor, apenas. Daniel Filho já tinha assistido à peça, que adorou. Mas, obviamente, contar a história em cinema é muito diferente de estar no palco, pois há cenários enormes, muitos figurantes, etc. Mas o que fica, de fato, é a palavra. A alma, a emoção.

    De que tipo de emoção você fala? Emoção é a porosidade que transborda do ator. É quando o personagem vem à tona de forma verdadeira. Eu sou daqueles que não vivenciam o personagem. Mas tento fazê-los de forma verdadeira. E, realmente, eu mergulho na história.

    A maioria dos atores se interessa por bons roteiros. O que o atraiu nessa história? É um filme que fala da intolerância humana, do preconceito, do desamor entre as pessoas. Falamos também a respeito da burocracia, da violência e do amor. Mas o que mais me interessou no filme foi a palavra. Perto dela não existe internet, blog, twitter, nada dessas coisas.

    Mas você não usa a internet ? Não critico o uso da internet. Entretanto, não sou blogueiro e nem cultuo nada disso. Me sirvo da internet, quando necessária. Não passo mais de 40 minutos em um computador e às vezes passo dois dias sem ligá-lo. Não me deixo escravizar por nada. Mas uma coisa me conquista: a palavra. E isso está presente nesse filme.

    ‘Tempos de Paz’ se passa na Era Vargas. Você acha que o brasileiro ignora a própria história, ou simplesmente não tem conhecimento dela? O filme faz referência a esse período histórico, mas sem assumir nenhuma cor política ou partidária. Acho que o brasileiro, em geral, é desinformado. É fundamental conhecer e respeitar a história. Mas acredito ser importante viver o presente. Não vivo do passado, olho para o agora. O futuro, quando muito, é uma programação de pagar as contas e ponto final.

    Você faz parte de um fenômeno de bilheteria, que são os filmes ‘Se Eu Fosse Você’ e ‘Se Eu Fosse Você 2’. Como avalia a situação atual do cinema brasileiro? Seis milhões de espectadores são realmente um fenômeno. Logicamente, Tempos de Paz é um outro segmento. É um filme de boca-a-boca. Acredito que no cinema brasileiro há espaço para tudo. Para filmes de questionamentos sociais e políticos e para a filmes de cultura popular. Não podemos ignorar essa manifestação, um exemplo é Se Eu Fosse Você, que obteve boas críticas e muito público. Isso é fruto de um bom roteiro.

    Ser um ator de televisão não ajuda na hora de captar recursos? A televisão é uma indústria. Mas a engrenagem do teatro não é industrial e sim, artesanal. Por isso é fundamental apoiar o circo, por exemplo. Grupos batalhadores por uma nova linguagem, também. Mas o ator de televisão precisa igualmente de apoio. Não podemos ter ranços preconceituosos.

    Você é um ator referência para a nova geração da televisão. Acredita que temos uma boa safra de atores saindo do forno? Muito boa, difícil citar todos sem esquecer alguém. Para mim um dos atores mais carismáticos e simpáticos do Brasil é o Fábio Assunção. Que é um querido companheiro e há de voltar com tudo. Atrizes como Mariana Ximenes, a Ísis Valverde, também estão despontando muito bem.

    Como tem sido a reação popular ao seu personagem de Caminhos das Índias, Opash Ananda? É o feed back mais adorável possível. Ando brincando com o público, dizendo que não tenho mais idade para isso (risos). As crianças me pedem para fazer um “hare baba” (risos). Fico feliz por conseguir, aos 45 anos de profissão, continuar trabalhando, do jeito que eu sempre quis fazer. Sou um artista popular e não nego isso.

    Você já sofreu algum preconceito no cinema por trabalhar há muitos anos em televisão? Às vezes há um tom blasé, alguém fala “Ih, aquele cara faz novela…” Mas há momentos de solos primorosos em telenovelas. Por isso que eu digo: eu adoro fazer novela. É uma catarse popular. E, nesse contexto, sou apenas um homem que exerce seu ofício de ator. Nada mais do que isso.

    Pretende mudar de área futuramente? Quem sabe, me tornar um executivo de televisão. Tenho vontade de levantar ideias, produzir e executar projetos. Não vou ser hipócrita de negar que eu entendo muito desse negócio (televisão). Mas nem por isso viro os olhos para o teatro, para o cinema. Gosto de boas histórias, essa é a verdade.

    E o que acha da reforma da Lei Rouanet? É um assunto muito sério, com complexidades maiores, que não cabem numa análise frontal. Sem apoio, não se abre o pano. Mas o grande erro é as pessoas acharem que isso é algo exclusivo do Brasil. No mundo inteiro há apoios culturais e ingressos cobrados. A Broadway não tem incentivo público mas existem ações abertas no mercado, filantropos que abatem do imposto de renda. Em Portugal há companhias teatrais inteiras que são estatais. Portanto, todo fomento à cultura é bem-vindo. Claro que não sou favorável a dar dinheiro a qualquer coisa, há que se discutidor com bom senso.

    E quais são os próximos projetos? Encerro a novela em setembro, ajeito a casa, fico quietinho e em outubro começo a me preparar para a novela de Silvio de Abreu.

    Por Marilia Neustein

    Gripe A H1N1

    Fale com o Ministério

    Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

    "O outro lado da rua" é o próximo filme na Embaixada do Brasil em Lisboa

    Posted in CULTURA, PORTUGAL on 30 de Julho de 2009 by os.maias

    O 13º filme do ciclo promovido pela Embaixada do Brasil é protagonizado por Fernanda Montenegro, Raul Cortez, Laura Cardoso e Luís Carlos Percy.

    Da Redação

    Lisboa – A Embaixada do Brasil em Portugal apresentará no seu auditório em Lisboa, na Estrada das Laranjeiras, o filme “O outro lado da rua”, dirigido por Marcos Bernstein e protagonizado por Fernanda Montenegro, Raul Cortez, Laura Cardoso e Luís Carlos Percy.

    Programado para o próximo dia 29, às 18h30, “O outro lado da rua” é o 13º filme a ser exibido pela Embaixada do Brasil no âmbito do Ciclo de Cinema Brasileiro, que prevê a apresentação de películas brasileiras na última quarta-feira de cada mês.

    Antonio Banderas encarnará a Dalí

    Posted in CULTURA on 4 de Dezembro de 2008 by os.maias

    El proyecto peligra, sin embargo, por la posible huelga de actores en EE UU

    EFE – Nueva York – 04/12/2008

    El malagueño Antonio Banderas se meterá en la piel de Salvador Dalí en la nueva película del director británico Simon West. El actor español ha confirmado este miércoles en Nueva York que está muy cerca de encarnar al genio de Figueres, pero que el acuerdo con el director no se firmará hasta dentro de “al menos dos semanas”.

    El mayor obstáculo al que se enfrenta el proyecto, que aún se encuentra en la fase inicial, es “la posible huelga de actores: Los estudios están produciendo muy poco. Por el mundo independiente, que es por donde viene Dalí, el problema es la crisis económica, que hace que los bancos no suelten capital”, ha dicho Banderas.

    El protagonista de La máscara de el Zorro ha confesado que al principio se mostró reticente a interpretar al pintor surrealista: “Al principio me negué: sinceramente no me veía en la figura de Dalí, pero West insistió en que hiciera una prueba de cámara, con maquilladores, y yo fui el primer sorprendido”. Banderas ha añadido además que tras aceptar el papel se lanzó a estudiar con ahínco la figura de Dalí, que también llegará a las salas de cine dentro de poco gracias a otras dos producciones cinematográficas:Dalí & I: The Surreal Store, de Andrew Niccol, y Little Ashes, de Paul Morriso.

    Banderas, que este jueves será presentado como nuevo miembro del Consejo Asesor del Instituto Cervantes en Nueva York, ha explicado que ya ha recibido una “una lista de actrices” que podrían encarnar a la esposa de Dalí, Gala, aunque no ha desvelado ningún nombre.

    “”””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””
    Olá,

    Seu blog em: http://osmaiasdeecadequeiros.blogspot.com/ foi identificado
    como um potencial blog de spam. Para corrigir esse problema, solicite uma
    revisão preenchendo o formulário em http….

    Se não for revisado, seu blog será excluído em 20 dias e seus leitores verão
    uma página de aviso durante esse período. Após o recebimento de sua solicitação,
    nós revisaremos e desbloquearemos o blog dentro de dois dias úteis. Após nossa
    análise e determinação de que seu blog não é um spam, ele será desbloqueado e a
    mensagem no painel do Blogger não será mais exibida. Se esse blog não for seu,
    você não precisará fazer nada. Nesse caso, se você possuir outros blogs, eles
    não serão afetados.

    Usamos um classificador automatizado para encontrar spam. A detecção
    automática de spam é inerentemente confusa, e, às vezes, um blog como o seu pode
    ser sinalizado incorretamente. Pedimos desculpas por nosso erro. No entanto, ao
    usarmos esse tipo de sistema, podemos oferecer mais armazenamento, largura de
    banda e recursos de engenharia para blogueiros como você e não para criadores de
    spam. Para obter mais informações, entre em contato com a Ajuda do Blogger:
    http://
    Obrigado pela compreensão e por colaborar com nossos esforços anti-spam.

    Sinceramente,

    A Equipe do Blogger


    Seu blog está bloqueado

    Os robôs de prevenção contra spam do Blogger detectaram que seu blog possui características de um blog de spams. (O que é um blog de spams?) Uma vez que você está lendo esta seção, seu blog provavelmente não é um blog de spams. A detecção automática de spams é inerentemente confusa. Pedimos desculpas por este falso sinal positivo.

    Recebemos sua solicitação de desbloqueio em 30 de Novembro de 2008. Em nome dos robôs, desculpamo-nos por bloquear seu blog, que não é de spams. Aguarde enquanto analisamos seu blog e verificamos se ele não é um blog de spams

    Acho que o blog será mantido no, também gratuito, http://www.wordpress.com , pois está ocorrendo com muitos blogs daqui!