Mais 44 médicos do SUS pedem demissão em Cuiabá

tgm.ShowArea(“top”);document.write(”);

03 de setembro de 2009 • 23h34 • atualizado às 23h34

Juliana Michaela

Direto de Cuiabá

O número de médicos que pediram demissão do Sistema Único de Saúde (SUS) de Cuiabá (MT) aumentou na noite desta quinta-feira de 23 para 67. Após três horas e meia de negociação entre a categoria e o prefeito municipal, Wilson Santos, não se chegou a um acordo nas reivindicações sobre condições de trabalho, salariais e com relação ao pedido de saída do secretário de saúde, Luis Soares.

Dentre os 44 médicos que aderiram nesta quinta à demissão estão pediatras e clínicos gerais do Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, além de outros da rede do SUS. Wilson Santos disse que irá encaminhar uma carta ao sindicato com um pedido que paralise as demissões. O Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindmed-MT) informou que aguardará até a terça-feira a chegada da carta para analisar com a categoria em assembleia geral.

“A pediatria a partir de hoje terá atendimento igual como o da cirurgia. Serão atendidos apenas os casos de urgência. Iremos receber as demissões até terça-feira quando teremos uma assembleia geral. A lei determina o atendimento de 30% em caso de greve, nós manteremos o atendimento no hospital em 50%. Os profissionais estarão no Pronto Socorro por causa da população e não por um pedido do prefeito”, disse o presidente do Sindmed-MT, Luis Carlos de Alvarenga.

Mesmo com o pedido de demissão, Wilson Santos aparentou tranquilidade, por considerar que as exonerações ainda não foram efetivadas e que os concursados têm de cumprir 30 dias de aviso prévio. Santos retrucou o pedido de demissão do secretário de saúde. “Eu não pedi para que o presidente do sindicato saia para poder discutir”, afirmou.

Na terça-feira, 23 cirurgiões haviam pedido demissão. O atendimento normal no Pronto Socorro é de quatro cirurgiões por um período de 12 horas. Com a saída dos profissionais, será reduzida para dois profissionais por período. Os casos que não forem atendidos serão encaminhados para o Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande, cidade vizinha de Cuiabá.

Especial para Terra

Todo o conteúdo desse blog é originalmente do Blog do Planalto e está licenciado sob a CC-by-sa-2.5:
CLONE BLOG DO PLANALTO

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

disque saúde 0800 61 1997
Ministério da Saúde – Esplanada dos Ministérios – Bloco G – Brasilia / DF
CEP: 70058-900

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: