Homem de 59 anos é a 12ª vítima da gripe suína em Maringá, no Paraná


Plantão | Publicada em 03/09/2009 às 18h00m

Portal RPC

    if (qtdrec != ”) { //var mediarec = (parseInt(notasrec)/parseInt(qtdrec)) media_estrelas_recomendar(qtdrec, notasrec); } else { media_estrelas_recomendar(1,0); }

CURITIBA – Um homem de 59 anos foi a 12ª vítima fatal da gripe suína (H1N1), em Maringá, no Paraná. O óbito ocorreu na terça-feira e foi confirmado nesta quinta pela Secretaria Municipal de Saúde. A cidade tem 56 pacientes hospitalizados, sendo 11 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A cidade ficou quase uma semana sem registrar mortes pela doença, mas confirmou na quarta-feira o 11º óbito. A vítima é uma mulher de 37 anos que morreu na última quinta. Desde o início da pandemia, Maringá teve 87 casos confirmados.

De acordo com o mais recente Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), na quarta-feira, o número de mortes no Paraná ocasionadas pela gripe A H1N1 chegou a 202. Foram confirmadas sete novas mortes e 872 novos casos da doença no estado.

A faixa etária que mais registrou mortes por causa da gripe suína foi a dos adultos dos 20 aos 49 anos, foram 129 óbitos (63,9% de 202). Entre os adultos com idade entre 50 e 59 anos ocorreram 37 mortes (18,3%). Já na faixa etária das crianças e adolescentes (de 0 a 19 anos) aconteceram 28 mortes (13,8 %). Houve ainda oito óbitos dos idosos com 60 anos ou mais (4%).

De acordo com a Sesa, 56% das vítimas da gripe eram do sexo feminino e 44% eram do sexo masculino. A média diária de mortes por causa da nova gripe no Paraná é 3,96. Isso porque a primeira morte foi registrada no dia 14 de julho e já foram registrados 202 óbitos no total.

O novo boletim confirmou mais 872 casos da nova gripe no Paraná. Dessa forma, o número de situações registradas no estado chega a 5.803, das quais 314 são gestantes. No entanto, esse dado pode não representar o número real de casos no Paraná, visto que os exames laboratoriais para confirmar ou descartar novos casos da doença são feito apenas nos casos graves.

As regiões com o maior número de casos confirmados da nova gripe são Curitiba (2.650), Cascavel (423), Londrina (338), União da Vitória (326), Foz do Iguaçu (318) e Cornélio Procópio (318).

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

disque saúde 0800 61 1997
Ministério da Saúde – Esplanada dos Ministérios – Bloco G – Brasilia / DF
CEP: 70058-900

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: