Após STF livrar Palocci, Francenildo se diz decepcionado





27 de agosto de 2009 • 21h43 • atualizado às 22h40

Caseiro Francenildo Costa deixa sessão de julgamento de Antonio Palocci, no Supremo Tribunal Federal
Caseiro Francenildo Costa deixa sessão de julgamento de Antonio Palocci, no Supremo Tribunal Federal
27 de agosto de 2009
U.Dettmar/STF/Divulgação

Laryssa Borges

Direto de Brasília

Sem falar uma palavra durante as quase sete horas em que o Supremo Tribunal Federal (STF) negou aceitar a denúncia contra o deputado e ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci da acusação de quebra de sigilo bancário, o caseiro Francenildo Costa foi cercado ao final da sessão pelo advogado Wlício Nascimento e acenou com a mão estar “decepcionado” com a decisão dos ministros do STF.

Os ministros do STF julgaram nesta tarde se abriam ou não ação penal contra Antonio Palocci, contra o ex-presidente da Caixa Econômica, Jorge Mattoso, e contra o então assessor de imprensa do ministério da Fazenda à época dos fatos, Marcelo Netto. Em 2006, os dados bancários de Francenildo se tornaram públicos após ele confirmar que Palocci frequentava uma mansão em Brasília onde ocorriam supostas divisões de propina. Marcelo Netto e Jorge Mattoso também teriam participado, na avaliação do Ministério Público Federal, da violação e divulgação dos dados bancários de Francenildo.

Escoltado por jornalistas, Francenildo leu um cartaz em que uma repórter questionava se ele estava “decepcionado” e acenou com o polegar em sinal positivo.

Ao livrar Palocci de participação pela quebra do sigilo bancário, o Supremo acabou por responsabilizar unicamente o ex-presidente da Caixa Econômica Jorge Mattoso pela violação e divulgação de informações sobre a conta corrente do caseiro. Dos nove ministros do STF presentes à sessão plenária, oito entenderam que há indícios de que o ex-dirigente do banco público teve participação direta no caso.

A divulgação dos dados de Francenildo ocorreu após ele confirmar que Palocci frequentava uma mansão em Brasília onde ocorriam supostas divisões de propina. O assessor de imprensa de Palocci na época, Marcelo Netto, e o então presidente da Caixa Econômica, Jorge Mattoso, teriam participado, na avaliação do Ministério Público Federal, da violação e divulgação das informações bancárias do caseiro.

Redação Terra

Dados do Deputado

ANTONIO PALOCCI
Foto do Deputado ANTONIO PALOCCI                    Nome Civil: ANTONIO PALOCCI FILHO
Aniversário: 4 / 10 – Profissão: MÉDICO
Partido/UF: PT – SP – Titular
Gabinete: 548 – Anexo: IV – Telefone:(61) 3215-5548 – Fax:(61) 3215-2548
Legislaturas: 99/03 07/11
 Biografia

Titular das Comissões: CFT, PEC03107.

Suplente das Comissões: CCTCI, SUBACEXE.

 Proposições de sua autoria
 Proposições relatadas
 Discursos proferidos em Plenário (nesta legislatura)

Atuação na atual legislatura:
Votações: 2007 2008 2009
Presença em Plenário: 2007 2008 2009
Presença em Comissões: 2007 2008 2009

dep.antoniopalocci@camara.gov.br
http://www.palocci.com.br

Endereço para correspondência:

Gabinete 548 – Anexo IV
Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes
Brasília – DF
CEP: 70160-900

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: