Gripe faz nova vítima


Saúde em alerta Menina de oito anos morreu ontem; pais a levaram duas vezes a UBDS e dizem que médico receitou até regime


GABRIELA YAMADA
Gazeta de Ribeirão
gabriela.yamada@gazetaderibeirao.com.br

Talita Cândido Soares, 8 anos, morreu ontem em Ribeirão Preto por gripe A (H1N1), a gripe suína, e é a segunda vítima da doença na cidade. Ela ficou internada por nove dias na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas. A morte pela doença foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde e os pais acusam a equipe médica da Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) do Quintino Facci 2 de negligência.

Segundo o pai dela, o soldador Marcos Antônio Claudiano, Talita foi levada para a UBDS no último dia 7 com sintomas de gripe e febre acima de 39°C. O médico que atendeu a garota afirmou que ela apresentava problemas por excesso de peso e recomendou regime. Para a gripe, receitou Polaramine, um antialérgico —a reportagem teve acesso à receita médica.

Cinco dias depois, Talita desmaiou em casa e foi levada novamente para a UBDS. De lá, foi encaminhada para a Santa Casa e passou o dia bem, segundo o pai. “Na madrugada, ela entrou em coma e mandaram a minha filha para o HC”, afirmou o pai. Talita permaneceu inconsciente até morrer, na madrugada de ontem.

Segundo Soares, foi feita a coleta para diagnosticar se ela possuía a gripe A. “Mas ninguém falou mais nada. Disseram que ela morreu por pneumonia, não falaram o resultado do exame da gripe”, afirmou.

Segundo Soares, a filha teve uma reação ao Polaramine, o que complicou os rins. “Viram que a Talita estava com febre, com sintomas da gripe, e mandaram ela embora para a casa”, disse a mãe, Ana Cândido Soares. A menina não foi medicada com o Tamiflu, remédio usado no tratamento da gripe A, segundo os pais.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde disse que apenas Wadis Gomes da Silva, diretor do Departamento de Atenção à Saúde das Pessoas (Dasp) do órgão, poderia comentar o caso. Procurado no final da tarde pelo celular, ele não foi localizado.

O velório de Talita ocorreu na noite de ontem, na casa da família, no bairro Salgado Filho 1. O sepultamento está marcado para hoje de manhã, no cemitério Bom Pastor.

Secretaria confirma o terceiro surto

Em nota, a Secretaria de Saúde confirmou ontem o terceiro caso de surto em Ribeirão Preto, numa empresa de pequeno porte na cidade onde foram registrados três casos da gripe A (H1N1). Mais cinco novos casos da doença foram confirmados, elevando para 72 o número de contaminados. Ontem, também foram incluídos mais seis novos casos suspeitos, elevando este número para 43. Ribeirão ainda investiga três mortes pela gripe A, entre eles um homem de 62 anos que morreu anteontem e não fazia parte da lista de suspeitos. (GY)

Adiada a reposição de aulas

A Secretaria Municipal da Educação adiou para a semana que vem o início da reposição das aulas aos sábados, suspensas por causa da gripe A (H1N1), ou gripe suína. A reposição começaria hoje. Segundo a assessoria de imprensa da secretaria, o adiamento foi um pedido feito pelo Sindicato dos Servidores de Ribeirão para que os professores e diretores pudessem reorganizar de forma adequada o calendário escolar. A secretária municipal de Educação, Débora Vendramini, afirmou que o adiamento da reposição das aulas não irá prejudicar os alunos e que hoje, todos os funcionários estarão trabalhando na programação das atividades que serão oferecidas a partir da semana que vem. A reposição aos sábados ocorrerá para todos os alunos da rede municipal de ensino, a fim de que sejam cumpridas as 800 horas anuais previstas. As aulas nas escolas municipais deverão terminar no dia 23 de dezembro.

Agentes podem ser efetivados

Cerca de 330 dos 380 agentes comunitários de saúde que não tem vínculo empregatício com a Prefeitura podem ser efetivados. A informação é do presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Wagner Rodrigues.

Os 50 que ficarão fora da efetivação começaram a trabalhar depois de fevereiro de 2006, prazo limite concedido pela emenda constitucional para a efetivação de contratados. “Ainda não há o relatório oficial, mas pelas informações que temos, o parecer será pela efetivação”, disse Wagner. Os agentes não fizeram concurso. Apenas participaram de um processo seletivo. A prefeita Dárcy Vera (DEM) disse ontem que ainda não recebeu o parecer da comissão técnica da Secretaria da Saúde, que avalia os documentos. A previsão era que o documento seria entregue ontem. “Mas na terça-feira terei uma reunião com Marco Antonio (secretário da Administração) para discutir o assunto”, afirmou. A solução para os agentes comunitários é exigida pelo Ministério Público Estadual. (GS)

Información Influenza 2009

Flu.gov Flu.gov Share This Widget

Ícono de enlaces externos

$().ready(function(){ var cdcLeftNav = new CDC.LeftNav(“nav-primary”); cdcLeftNav.render(); }); <!–

Swine Flu Info
Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: