É muito difícil dividir o eleitorado do PT, diz Lula sobre Marina Silva

‘Acho que nem eu divido o eleitorado do PT’, afirmou o presidente.
Ele disse desejar paz e tranquilidade à senadora que trocou o PT pelo PV.

Do G1, em São Paulo

Lula inaugurou obras de habitação em Rio Branco, na sexta-feira, 21 (Foto: Ricardo Stuckert/Presidência)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na manhã deste sábado (22), ao deixar o Pinheiro Palace Hotel, em Rio Branco, no Acre, que a saída da senadora Marina Silva do PT não deve dividir o eleitorado do partido ou atrapalhar a eventual candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Leia também:

PT do Acre prevê desfiliações com saída de Marina Silva

Lula inaugurou obras de um conjunto habitacional na sexta-feira (21), em Rio Branco, onde falou em ampliar o programa ‘Minha Casa, Minha Vida’. Neste sábado, ele deixa a capital do Acre em direção à Bolívia, onde se reunirá com o presidente Evo Morales.

Em relação a Marina, que está de mudança para o PV, partido pelo qual deve lançar candidatura à Presidência, ele disse: “A única coisa que eu desejo para a Marina é paz, tranquilidade e que ela acerte na nova da vida dela.” Ele afirmou não ter conversado com a senadora depois do anúncio da decisão.


Flamenguista e corintiano “vira-casaquence”

O presidente minimizou a possibilidade de uma eventual divisão do eleitorado do PT nas eleições do ano que vem, o que atrapalharia a candidatura de Dilma. “É muito difícil alguém dividir o eleitorado do PT. Acho que nem eu divido o eleitorado do PT. Petista é quem nem flamenguista, que nem corintiano, não se divide nunca.”

Lula se esquivou das perguntas sobre sua influência sobre o senador Aloizio Mercadante (PT-SP), que havia anunciado sua saída em caráter “irrevogável” antes de voltar atrás citando um pedido do presidente da República. “Não vi (o discurso)”, limitou-se a dizer.

GLB.common.flash({ color: ”, wmode: ‘transparent’, width: 600 , height: 400 , swf: ‘/FlashShow/0,,22478,00.swf’ , id: 22478 });

Agenda

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai se encontrar ainda neste sábado com o colega boliviano Evo Morales, em visita oficial à Bolívia. Ele deve anunciar a liberação de US$ 332 milhões para a construção de estradas no país.

De acordo com informações do Ministério das Relações Exteriores, os dois chefes de Estado devem discutir ainda ações de combate ao narcotráfico.

Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: