Família ignorava causa da morte

A família de Diego David Neotti, de Concórdia, no Oeste do Estado, não desconfiou quando o jovem de 22 anos queixou-se de uma leve dor de garganta no dia 28 de julho. De lá pra cá, os sintomas evoluíram e culminaram na morte do rapaz, às 8h de domingo. Ontem, a Secretaria de Estado da Saúde confirmou que Diego fora a 10ª vítima de gripe A.

Mais uma vez os familiares afirmam que não foram informados sobre a causa da morte.

Três dias após o incômodo na garganta, o jovem reclamou de febre e tosse. A família o levou ao pronto-socorro do Hospital São Francisco, em Concórdia. Lá, ele recebeu antitérmicos, fez radiografia de pulmão e voltou para casa.

No final de semana do dia 1º de agosto, conforme contou a irmã mais velha, Zuleika Neotti, Diego passou abatido. Na segunda-feira (3), o jovem, empregado de uma empresa rastreadora de caminhões, retornou ao hospital e não voltou mais para casa. Desde o início de julho, o rapaz estava em férias e ficava em casa com a mãe. No mesmo dia em que foi internado, Diego foi encaminhado à Unidade de Terapia Intensiva, entubado e fez o exame para a gripe A. Zuleika relembrou que na última semana o irmão teve sinais de melhora, e a família recuperou o otimismo. Ele foi enterrado na segunda-feira.

Segundo Zuleika, um dos médicos informou que, no atestado de óbito, consta parada cardíaca com agravamento de pneumonia. O atestado ficaria pronto na tarde de ontem. Ela ainda não havia visto o documento, e os médicos não foram localizados.

Notícia da contaminação chegou pela imprensa

A família ficou sabendo que a Secretaria de Estado da Saúde havia confirmado o óbito de Diego por gripe A pela equipe do Diário Catarinense. É a segunda família de Concórdia que não foi avisada pela Secretaria Municipal de Saúde. Noemi Salla Fries, mulher do professor e sindicalista Gerson, soube que o marido havia contraído a doença por um noticiário na TV.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, é obrigação do município avisar familiares das vítimas. A secretária municipal de Saúde, Maria Luiza Marcon, afirmou por telefone, às 18h30min, que até o momento, ela não havia recebido nenhum comunicado oficial do Estado e, por este motivo, não teria como avisar os familiares de Diego sobre a contaminação por gripe A.

Maria Luiza disse ter ficado sabendo pela imprensa que a 10ª morte havia sido em Concórdia. A secretária informou ainda que não passará mais informações por telefone.

Swine Flu Info
Gripe A H1N1

Fale com o Ministério

Antes de enviar sua mensagem consulte a seção Perguntas Freqüentes. Sua dúvida já pode estar respondida. Caso queira registrar uma reclamação ou denúncia preencha o formulário abaixo. Você também pode ligar para o Disque Saúde – 0800 61 1997, a Central de Teleatendimento do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS, para receber informações sobre doenças e registrar reclamações, denúncias e sugestões.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: