Decreto proíbe aglomerações


De acordo com o decreto, está proibida a realização de eventos que aglomerem pessoas em locais fechados, tais como: shows, boates, bailes, festivais, festas, reuniões religiosas e similares

O prefeito de Francisco Beltrão, Wilmar Reichembach, assinou, por volta das 16 horas desta terça-feira, dia 04, o decreto número 358/2009, através do qual veta a realização de eventos que impliquem na aglomeração de pessoas em locais fechados, tais como: shows, boates, bailes, festivais, festas, reuniões religiosas e similares, até o dia 10, próxima segunda-feira.
No decreto, o prefeito beltronense recomenda que a população continue seguindo as medidas de prevenção, que estão sendo amplamente divulgadas pela secretaria municipal de Saúde e órgãos de imprensa em geral.
Essa decisão foi tomada após reunião do Conselho Municipal de Saúde e do Comitê Municipal de Enfrentamento à Influenza H1N1. Esse comitê foi designado pelo prefeito municipal, através de portaria assinada ontem, dia 03, com a finalidade de proporcionar apoio técnico científico necessário às decisões que envolvam a adoção de normas e procedimentos especificamente no que concerne à Influenza e suas medidas de prevenção e controle.
De acordo com a secretária de Saúde, Cíntia Jaqueline Ramos, o município não tem nenhum caso confirmado de gripe A. “Vamos começar a fazer a partir de agora a assistência à saúde das pessoas. Colocaremos 10 outdoors nas ruas da cidade explicando os sintomas da gripe”, explicou a secretária.
São 66 casos suspeitos de gripe A no município, mas as estatísticas são o que menos interessa às autoridades, de acordo com Cíntia. “Não queremos criar alarde”, justificou. “Estamos preparados para enfrentar a gripe. Sabemos que a população está apreensiva e caso houver um caso confirmado comunicaremos nos meios de imprensa imediatamente. Francisco Beltrão está preparada e nós, do comitê, vamos fazer todo o tipo de orientação”, emendou.
O médico pneumologista doutor Redimir Goya salientou que a gripe suína e a gripe sazonal são muito parecidas em seus sintomas, o que dificulta na sua detecção. “Por isso, é importante que as pessoas procurem um serviço médico logo que sentirem os sintomas”, explicou.
De acordo com o site do jornal Folha de S. Paulo, a gripe suína é causada por um vírus de uma família de vírus que incluem influenza A, B e C. Esta doença é resultado do vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é diferente do H1N1 totalmente humano que circula nos últimos anos, por conter material genético dos vírus humanos, de aves e suínos, incluindo elementos de vírus suínos da Europa e da Ásia. Os sintomas são muito similares aos de uma gripe comum ou mesmo aos da dengue. O paciente com gripe suína tem febre acima de 39ºC, falta de apetite, dores musculares e tosse. Algumas pessoas com a gripe suína também relataram ter apresentado catarro, dor de garganta, náusea, vômito e diarreia forte. O período de incubação da gripe –o tempo até que a pessoa desenvolva os sintomas– é de entre 24 e 48 horas, embora não haja confirmação de um padrão para o atual surto.
O comitê é composto por Cintia Jaqueline Ramos, Fernando Braz Pauli, João Carlos dos Santos, Guacira Andrea Mazzochin e Redimir Goya.

Da redação e assessoria de imprensa da prefeitura
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: