Segunda brasileira a cruzar o Canal da Mancha morre em Santa Catarina

Dailza Damas, de 50 anos, não resistiu a uma parada cardíaca nesta sexta

Segunda brasileira a fazer a travessia do Canal da Mancha (a primeira foi Kay France, em 1979), entre França e Inglaterra, Dailza Damas, de 50 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira, em Balneário Bombinhas, em Santa Catarina, vítima de uma parada cardíaca. Ela chegou a ser hospitalizada, mas não conseguiu resistir.

Dailza começou a carreira somente aos 28 anos, para incentivar o filho, que sofria de bronquite, a nadar. Em 1993, ela fez seu maior feito, a travessia do Canal da Mancha, após 19 horas nadando. Ela também fez as travessias do Estreito de Gibraltar, entre a África e a Europa, e o Lago Titicaca, na Bolívia.

Recentemente, Dailza passou por uma cirurgia para retirar um tumor no cérebro, e estava em fase de recuperação. Velório e enterro da atleta serão em sua cidade natal, Apucarana, no norte do Paraná.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: