Pedro Cardoso faz manifesto contra nudez de atores

SILVANA ARANTES
Enviada especial da Folha de S.Paulo ao Rio

No elenco de “Todo Mundo Tem Problemas Sexuais”, de Domingos de Oliveira, o ator Pedro Cardoso aproveitou a primeira sessão do filme, anteontem, no Festival do Rio, para fazer um discurso antinudez no cinema e na TV.

No elenco de “Todo Mundo Tem Problemas Sexuais”, de Domingos de Oliveira, o ator Pedro Cardoso aproveitou a primeira sessão do filme, anteontem, no Festival do Rio, para fazer um discurso antinudez no cinema e na TV.

Ayrton Vignola/Folha Imagem
Ayrton Vignola/Folha Imagem. Digital)
Ator Pedro Cardoso não gostou da cena de nudez feita por sua namorada e fez manifesto

A pedido de Cardoso, o filme não contém cenas de nudez, embora tenha o sexo como tema. “Minha tese: a nudez impede a comédia e o próprio ato de representar. Quando estou nu, sou sempre eu a estar nu, e nunca o personagem.”

O ator disse que, nas mãos das “empresas que exploram a comunicação em massa”, a nudez, que fora “uma conquista contra excessos da repressão à vida sexual”, tornou-se “apenas um modo de atrair público”.

Apontou “conivência de escritores e diretores –alguns deles, em algum momento, verdadeiros artistas; outros, nunca!”.

Cardoso disse que “é sobre as atrizes que a opressão da pornografia é exercida com maior violência”. E afirmou que “é freqüente que cineastas de primeiro filme exibam a amigos, em sessões privê, cenas ousadas que conseguiram arrancar de determinada atriz” e indagou: “Até quando, nós, atores, atenderemos ao voyeurismo e a disfunção sexual de diretores e roteiristas, que nos impingem essas cenas macabras?”.

Cardoso citou ter feito “algumas pequenas cenas de nudez parcial” e disse que sentiu-se “muito mal” com a experiência. “Tirar a roupa não é uma exigência do ofício de ator, e sim da indústria da pornografia.” Ele afirmou ambicionar o dia “em que não teremos medo do YouTube e das sessões nostalgia do Canal Brasil”.

O Canal Brasil exibe atualmente a pornochanchada “Os Bons Tempos Voltaram: Vamos Gozar Outra Vez” (1985), de Ivan Cardoso e John Herbert, com Cardoso no elenco.

Ao final do manifesto, o ator disse que o fato de namorar uma atriz acentuou sua preocupação com o tema, por ver a mulher que ama “ter que diariamente se defender no trabalho contra a pornografia reinante”.

Arrependimento

De acordo com a imprensa de celebridades, Cardoso namora a atriz Graziella Moretto, que estava presente à sessão. Questionado pela Folha se namora Moretto, Cardoso disse: “Não respondo nenhuma pergunta sobre minha vida particular”.

Moretto está no ar na novela das sete da Globo, “Três Irmãs”, no papel de Valéria, descrita como “mulher fatal dos pés à cabeça” pelo site da produção. A atriz fez sua primeira cena de nudez no cinema no filme “Feliz Natal”, que corresponde à estréia na direção de longas do ator Selton Mello. O filme será lançado no dia 21 de novembro.

A cena em que Moretto fica nua é quando sua personagem, após um desastroso Natal em família, finalmente vê sua casa sossegada, apaga as luzes e, sozinha em seu quarto, olha-se despida no espelho.

Questionada se arrepende-se de ter feito a cena, a atriz disse: “Eu me arrependo não de uma cena específica, mas de ter me submetido a situações em que me senti constrangida a fazer determinadas cenas que afrontavam meu próprio pudor”.

Moretto afirmou concordar “integralmente com o texto do Pedro Cardoso” e disse desconhecer “ator ou atriz que não se sinta pessoalmente aviltado com o sucateamento da profissão e a tênue linha que hoje nos separa da pornografia”.

A reportagem não conseguiu ouvir Selton Mello até o fechamento desta edição. O discurso de Cardoso está no blog :

todomundotemproblemassexuais

Nua em filme, Cláudia Abreu apóia

A atriz Cláudia Abreu, que integra o elenco de “Todo Mundo Tem Problemas Sexuais”, endossou o manifesto antinudez do colega Pedro Cardoso.

Após o discurso do ator, no Cine Odeon, ela foi ao microfone e disse: “Queria dizer que sou atriz e endosso tudo o que ele falou. Passei por uma situação recentemente. Ele está completamente certo”.

Abreu é uma das protagonistas da atual novela das sete da Globo, “Três Irmãs”, e está em cartaz nos cinemas com “Os Desafinados”, de Walter Lima Jr., em que faz uma cena de nudez e outra de sexo com o personagem de Rodrigo Santoro.

A Folha perguntou se a declaração era referência ao filme de Lima Jr., mas a atriz disse tratar-se de menção a “experiências recentes”, sem especificar quais.

“Acho desproposital ela se colocar como vítima, até porque ela não foi surpreendida por isso. Ela leu o roteiro e estabeleceu limites, que foram obedecidos”, disse Lima Jr.

O cineasta explica a cena em que Abreu se despe, na frente dos Desafinados: “Ela toma uma atitude própria de uma mulher do momento, uma mulher moderna, que não está tutelada pela vontade do homem. Estou falando de 1962, de um momento em que o comportamento vive uma revolução. Isso não quer dizer que eu tenha desrespeitado ninguém. E a opinião de um ator da TV Globo não vai mudar a história”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: