Megamuseu celebra 105 anos da Harley Davidson

da Folha Online

Em agosto, a Harley Davidson comemora seus 105 anos. Mas os fãs da célebre fabricante de motocicletas já estão festejando com o megamuseu inaugurado neste mês em Milwaukee (Wisconsin), terra natal da marca.

Morry Gash/AP
Museu é formado por três edificios e deve atrair cerca de 350 mil pessoas por ano, de acordo com estimativa dos organizadores
Museu é formado por três edifícios e deve atrair cerca de 350 mil pessoas por ano, de acordo com estimativa dos organizadores

A construção de 81 mil metros quadrados formada por três prédios de tijolos pretos, aço galvanizado e vidro se tornou um templo para os adoradores da Harley, informa a agência de notícias Associated Press. Há cerca de 200 motos e várias outras peças que mostram a história e a cultura da marca.

Entre elas está a mais antiga: Serial Number One. Trata-se de uma espécie de protótipo com pedal e um pequeno motor, construído pelos fundadores da companhia, William S. Harley e Arthur Davidson.

Mais “recentes”, há os modelos de serviço de três rodas, usados durante a Grande Depressão, e os criados para a Segunda Guerra Mundial.

Também está no museu a moto KH vermelha e branca 1956 de Elvis Presley, que a comprou alguns meses antes de estourar com a música “Heartbreak Hotel”.

Morry Gash/AP
Serial Number One está exposta no museu; modelo construido por volta de 1903 tem pedal e um pequeno motor acoplado ao quadro
Serial Number One está exposta no museu; modelo construído por volta de 1903 tem pedal e um pequeno motor acoplado ao quadro

Outros famosos também marcam presença virtual em telas que exibem os momentos mais importantes da Harley no cinema e na televisão. Estão lá “Sem Destino (“Easy Rider”) e “Pulp Fiction”, entre outros, além da versão animada dos “Simpsons”.

Dez exemplares estão à disposição dos visitantes para que se lembrem de como é subir em uma Harley.

E para se sentir em casa –ou na estrada– de vez, o museu tratou de colocar o característico ronco do motor em diversos locais para o público ouvir.

História

Hoje, a fabricante é a maior dos Estados Unidos. Cerca de metade de todas as vendidas no país são da marca, e há mais de 1 milhão de pessoas no Harley Owners Group, que reúne fãs proprietários.

Morry Gash/AP
Além de ver diversas peças, como esses tanques de combustivel, o visitante pode subir em uma Harley e escutar o som do motor
Além de ver diversas peças, como esses tanques de combustível, o visitante pode subir em uma Harley e escutar o som do motor

“A história da Harley Davidson espelha a história dos Estados Unidos de muitas formas”, afirmou Rebecca Bortner, à Associated Press. “A empresa tem 105 anos, passou por recessões, depressões, guerras, altos e baixo… Acho que esta é uma das razões pelas quais as pessoas têm muito orgulho da marca”, completou.

Cinco anos atrás, mais de 250 mil pessoas festejaram o centenário da marca na cidade. As comemorações para os 105 anos acontecerão entre 28 e 31 de agosto.

A expectativa é que o museu atraia 350 mil pessoas por ano. A entrada custa de US$ 10 a US$ 16. Crianças menores de cinco anos não pagam.

Saiba mais sobre o museu no site oficial da Harley Davidson.

Uma resposta to “Megamuseu celebra 105 anos da Harley Davidson”

  1. It’s remarkable to visit this web site and reading the views of all colleagues regarding this piece of writing,
    while I am also zealous of getting knowledge.

Deixe uma Resposta para Rx2go.com Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: